Empreendedorismo nas nuvens: Usando a tecnologia (realmente) a favor do seu negócio.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Google+ 0 0 Flares ×

Você já sentiu isso?

Aquele frio na barriga e o coração batendo mais forte?

Você não tem ideia do que seja, mas alguma coisa está dizendo que dessa vez será diferente.

As ideias estão fluindo dentro de você. Você está animado e confiante. Você sabe que o seu trabalho é criar soluções, você é bom nisso, e que existe um mundo desesperado por elas.

Mas você sente medo. 

O medo fala mais alto que sua vontade. E você tem medo de largar o seu emprego e viver sem uma fonte constante de renda. Você tem medo dos (muitos) olhares críticos e desconfiados dos seus familiares e amigos, quando eles ouvirem que você agora vai largar tudo e seguir sua intuição.
Você tem medo de passar fome, de não ter como pagar suas contas e saber que seus familiares não poderão contar com você.

E acima de tudo?

Você tem medo de estar errado sobre você mesmo.

Talvez essa sensação seja apenas uma ilusão ou um sonho. Talvez as suas ideias sejam péssimas. Talvez você seja apenas um tolo em busca de uma fantasia.

Uma fantasia de viver para si (ou para os outros) como um empreendedor. Sem chefes malas gritando ordens no seu ouvido. Sem o controle excessivo dos horários de “entra-e-sai”.

Então, você não faz nada.

Você se esconde no seu atual emprego – seguro, mas que você odeia (e muito). Você se identifica, ficando feliz quando seu amigo posta uma imagem dizendo que a sexta-feira já está chegando, ou ficando triste quando já é domingo e o trabalho chato lhe aguarda na segunda-feira. Você passa dia após dia, semana após semana contando a velha história a si mesmo de que está fazendo a coisa certa, seguindo o caminho seguro e não se arriscando.

Mas você está mesmo?

Você ouve uma voz baixinha dentro do seu interior dizendo: “Não…isso está errado…”

Computação em nuvem e o uso da tecnologia ao seu favor.

sucesso-nuvem

A hora mais inesquecível na vida do empreendedor é quando ele decide que aquele é o momento certo e que ele vai se dedicar ao seu próprio negócio. Ele larga tudo e segue em frente.

Como um bom empreendedor, ele planeja e testa seu modelo de negócios para ter certeza que aquela ideia é algo válido (nada de correr riscos em?). Então, após ver que aquela é uma ótima e válida ideia e que ele pode ganhar dinheiro com ela. O nosso empreendedor parte pra cima e entra de corpo e alma no que ele acredita ser um excelente empreendimento.

Como nada é fácil, surgem alguns desafios como falta de dinheiro e pessoal para ajudá-lo nas tarefas.

Aí o empreendedor vira analista de RH, secretário, tia do café, publicitário, gestor de marketing, gestor de ti ou o que quer que seja necessário para que o empreendimento funcione.

Tá achando que empreender é fácil?

Mas se tem um cargo com tarefas bem complicadas para leigos… Esse cargo é o de Gerente de Tecnologia da Informação (TI).

Aí o nosso empreendedor até tenta resolver todos os “pepinos” ligados à computação, mesmo sem saber direito o que fazer. Atuando como um “gerente de TI por necessidade”. Assim, ele acaba se ocupando muito com as questões técnicas e fatalmente começa a prejudicar a produtividade de sua empresa.

É problema no site, e-mail que não chega, computador não liga, internet lenta e ainda navegador com vírus + hao123 e Baidu.

Parece engraçado, mas não é.

O empreendedor já tem dentro de si uma capacidade tremenda de criar soluções para melhorar a vida das pessoas.

Então se a sua área não é TI, porque se preocupar com questões técnicas da TI?

Hoje existe uma tecnologia poderosíssima – chamada computação em nuvem – que dá uma força, para levar esses gerentes de TI por necessidade à extinção e ajudar os empreendedores no que realmente importa: Fazer a empresa crescer.

O conceito de computação em nuvem se refere à alocação das informações de uma empresa, sejam elas documentos, e-mails ou softwares de gestão, em um servidor externo. Dessa forma, o usuário da computação em nuvem precisa acessar a internet (ou não) para ter acesso aos arquivos, em vez de se preocupar em ter tudo guardado em um servidor próprio.

Assim, quem tem uma empresa não precisa se preocupar com a manutenção de seus arquivos e servidores. Esse trabalho fica por conta de empresas prestadoras de serviço, que cobram uma assinatura para deixar tudo em ordem.

Parece interessante?

Um exemplo prático do conceito são os provedores de e-mail. Se você tem uma conta no Gmail ou no Hotmail, por exemplo, tem todos os arquivos enviados e recebidos na sua conta. E nenhum servidor é necessário.

E por aí vai veja alguns tipos de programas que já estão disponíveis na nuvem:

E não para por aí, existe muitos outros que estão à disposição das empresas.

O empreendedor inteligente que coloca seus arquivos na nuvem, além de não se preocupar com a manutenção de hardware – pois tudo está na internet –, tem a liberdade de acessar a informação de qualquer dispositivo, não apenas no computador da empresa.

Você poderá ser produtivo em qualquer lugar que estiver.

Está gostando do artigo? Então coloque seu e-mail abaixo e seja o primeiro a receber dicas sobre como a tecnologia pode ajudar você e sua empresa!

Fique atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog! >

Aqui na AGI usamos o Google Apps for Work para tudo o que você possa imaginar:

  • Marcar reuniões,
  • Realizar reuniões;
  • Agenda,
  • Gerenciar custos;
  • Criar documentos e Planilhas;
  • Manter contato com:
    • Clientes;
    • Parceiros;
    • Fornecedores.

O pacote funciona da mesma forma que o Office convencional. A diferença é que todos os programas são acessados pela internet.

Uma das vantagens da plataforma é que os arquivos podem ser editados por mais de uma pessoa ao mesmo tempo. Assim, um trabalho que só poderia ser feito com duas pessoas trabalhando lado a lado, pode ser feito remotamente.

Fantástico, não é? 😀

Em um passado não muito distante, os pequenos negócios tinham uma desvantagem gigantesca para as empresas maiores, com mais recursos para investir em TI.
Mas agora, com os serviços de computação em nuvem está mais democratizado o acesso de todos à tecnologia sofisticada.

Em poucas palavras, O uso da computação em nuvem permite que o empreendedor tenha acesso a tecnologias sofisticadas mesmo sem saber muito de TI.

E é possível afirmar que, com certeza, empreendedores que usam a computação em nuvem gastam menos dinheiro.

Então no final das contas você não pode fugir do meio digital.

Mas você pode iniciar seu empreendimento sem se preocupar com TI. Sabendo que você pode contar com tecnologias que automatizam quase tudo.

E também poderá contar com empresas sérias que podem deixar sua TI em ordem.
Como é o caso da AGI 🙂

Então, vamos recapitular!

  • A Computação em nuvem funciona semelhante a um aluguel: Você paga o que usa.
  • Você pode usar a nuvem para ter servidores, espaço de armazenamento e até programas;
  • É possível ajustar a potência da sua nuvem de acordo com as suas demandas;
  • Você provavelmente conseguirá reduzir seus custos migrando para a nuvem;
  • Você poderá ter acesso a tecnologias em nuvem mesmo sem saber muito de TI;
  • E em alguns casos, poderá até aumentar a mobilidade e a produtividade da sua equipe;

E por fim, deixo uma frase para os futuros empreendedores:

“As mentes são como paraquedas: só funcionam se estiverem abertas.”

—Ruth Noller
Professora da Universidade de Buffalo

Um mundo inteiro aguarda ansioso pelas suas ideias.

Acredite em você, não aceite desculpas e faça acontecer.

Espero que esse artigo possa abrir a sua mente e ajudar você a liberar suas ideias aprisionadas.

Você conhece alguém que adoraria receber esse conteúdo?

Então faça um favor para ela (e para mim) e compartilhe esse artigo.

Você pode compartilhá-lo no Facebook, Twitter, Google+ ou até mesmo copiar a URL desse artigo e enviar para quem precisa dele.

E, para finalizar, eu adoraria saber a sua opinião sobre esse artigo.

Deixe um comentário logo abaixo sobre o que você mais gostou nesse artigo, ou sobre alguma dica extra que você deseja compartilhar conosco ou até mesmo alguma crítica sobre esse texto.

 

(crédito das imagens: shutterstock.com)

Referências: http://viverdeblog.com/como-escrever-bem/

Fique atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog! >